top of page
Buscar
  • Foto do escritorDaniel Maia

A imprudência sobre duas rodas

Sempre ouvimos falar e testemunhamos a imprudência de muitos motociclistas no trânsito brasileiro, isso não é novidade. Acidentes envolvendo motos são uma das maiores causas de pagamento de seguro DPVAT no País, além de representar um gigantesco gasto com a saúde pública para atender os acidentados.


Ocorre que com a pandemia, acentuou-se os serviços de entrega de comida em domicílio e paralelamente aumentou também a concorrência no seguimento, pois tanto as empresas de entregas, quanto os próprios estabelecimentos de comida e bebida passaram a disputar os clientes que estão isolados em casa tentando se diferenciar na qualidade, na higiene e principalmente na rapidez das entregas. Com isso, o que se tem visto é uma verdadeira corrida entre o estabelecimento e a casa do consumidor, a qual está sendo feita muitas vezes de maneira irresponsável pelo motoqueiro que vai entregar a encomenda.


Eu mesmo tenho testemunhado diversos entregadores/motociclistas pilotando motos e outros veículos motorizados de duas rodas – são tantos hoje em dia que fica difícil saber o nome de cada um! – alucinadamente no trânsito de Fortaleza.


Basta prestarmos atenção, principalmente no período noturno em que as entregas em domicílio se intensificam, que facilmente podemos ver caixas vermelhas e verdes penduradas nas costas dos motociclistas passando quase voando entre os carros, sem obedecer qualquer norma de trânsito ou de prudência, colocando em risco não apenas a própria vida dos entregadores, mas a de todos que estejam perto.


Penso que como o Código de Trânsito Brasileiro não tem sido suficiente para inibir tais condutas, o mercado deve agir, ou seja, as empresas deveriam criar algum tipo de controle sobre a direção dos seus entregadores, quem sabe colocar algum telefone para que possamos denunciar os entregadores que flagrarmos pilotando de maneira arriscada.

De outro lado, se a pressa desses entregadores for justificada pela pressão dos estabelecimentos para que as entregas sejam feitas mais rapidamente do que o permitido, aí a atuação deve ser do Estado, por meio do Ministério Público do Trabalho, que deve fiscalizar as empresas e disponibilizar algum canal para denúncias.


De uma forma ou de outra, algo deve ser feito para evitarmos e tentarmos diminuir tantos acidentes envolvendo motocicletas como atualmente tem ocorrido no Brasil.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

NINGUÉM AGUENTA MAIS LIGACÕES DE 0303...

Ninguém aguenta mais receber ligações de números de telefone que começam com 0303. Claro que essa afirmação não é absoluta e nem possui uma fonte exata, mas reflete, sem dúvidas um sentimento geral da

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL X BURRICE NATURAL

Muito tem se falado sobre ChatGPT e outras inteligências artificiais que prometem revolucionar vários aspectos da vida humana, seja no trabalho, em decisões e processos judiciais, em procedimentos méd

NÃO FAÇA NEGÓCIO SÓ DE BOCA.

Já ouviram falar alguns ditados populares como: “Quem empresta não presta” ou “Quem empresta dinheiro para amigo acaba perdendo os dois, o dinheiro e o amigo”? Pois é, tais ditados trazem a sabedoria

Comentarios


bottom of page